Maçons divulgam um sistema de apoio para estudantes carentes

Sir David Wootton (esquerda), assistente de Grão-Mestre da Grande Loja Unida de Inglaterra, com o seu Grande Secretário, Dr. David Staples, no templo principal do Freemasons' Hall em Singapura
Sir David Wootton (esquerda), assistente de Grão-Mestre da Grande Loja Unida de Inglaterra, com o Grande Secretário, Dr. David Staples, no templo principal do Freemasons’ Hall em Singapura

Um grande anúncio público de uma instituição de caridade, primeira do grupo, parte de uma tentativa para esclarecer mitos em torno dela.

Para aqueles que ouviram falar deles, os maçons podem parecer uma sociedade secreta cujos rituais e actividades estão envoltos em mistério.

Em um esforço para esclarecer os mitos que cercam a si mesmo, o grupo fez, pela primeira vez, um grande anúncio público sobre uma iniciativa de caridade que está a ser lançada.

A Masonic Charitable Foundation será oficialmente lançada hoje para apoiar financeiramente estudantes carentes aqui.

O seu lançamento coincide com o bicentenário de Singapura, que comemora 200 anos desde que um posto comercial britânico foi estabelecido na ilha pelo talvez mais famoso maçom de Singapura – Sir Stamford Raffles.

O Dr. David Staples, Grande Secretário da Grande Loja Unida de Inglaterra (UGLE), disse: “A história de Singapura está entrelaçada com a história da Maçonaria, e achamos que é bom destacar isso“.

O Dr. Staples e Sir David Wootton, assistente de Grão-Mestre da UGLE, estão em Singapura para a assembleia da Grande Loja Distrital do Arquipélago Oriental (DGLEA), que ocorrerá no fim de semana.

A DGLEA é o órgão coordenador das Lojas Maçónicas na região e é parte da UGLE.

Os maçons formam uma organização fraternal que tem mais de 300 anos e tem suas raízes nos pedreiros medievais. Estão organizados em grupos a que dão o nome de Lojas.

Dada a privacidade que mantiveram, eles foram atormentados por teorias da conspiração ao longo dos anos.

Mas o Dr. Staples, referindo-se às teorias da conspiração, disse:

Este é um mito que estamos a tentar combater, dizendo às pessoas quem somos e o que fazemos. A sociedade está a mudar, há uma expectativa de que as coisas sejam entendidas e mais transparentes. Da mesma forma, estamos a mudar com os tempos“.

Sir David disse:

Os maçons têm um propósito pelo qual tentamos aperfeiçoar-nos como indivíduos e tentar servir as comunidades de onde vimos“.

A nova fundação foi financiada com USD 1 milhão da DGLEA e fornecerá bolsas de estudo para estudantes necessitados e merecedores.

Os estudantes serão seleccionados através da rede de contactos que as Lojas de Singapura construíram a partir do seu trabalho anterior na comunidade, bem como através de candidaturas, embora os detalhes do processo de inscrição ainda não tenham sido finalizados. A fundação também realizará também de angariação de fundos.

Para ajudar o público a aprender mais sobre a Maçonaria, o Freemasons’ Hall na Coleman Street abrirá as suas portas todos os sábados e domingos deste mês.

Os membros do público são bem-vindos entre o meio-dia e as 16:00 e as visitas guiadas estão disponíveis entre o meio-dia e as 15:00.

Renee Neo

Tradução de António Jorge

A notícia original pode ser lida AQUI

Artigos relacionados

2 Comentários em “Maçons divulgam um sistema de apoio para estudantes carentes

  • Avatar

    Existe possibilidade desses oportunidade se estender ao Brasil

    Reply
    • Avatar

      Julgo que não. É um projecto específico para Singapura.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *