O local da histórica visita maçónica de Harry S. Truman foi danificado por um incêndio

O incêndio começou às 3 da manhã de segunda-feira na Loja Beech Grove, nº 694 na zona sul de Indianápolis.

A Loja Beech Grove é digna de nota na história maçónica de Indiana, bem como no património cultural da fraternidade. Em 1948, o presidente Harry S. Truman fugiu da imprensa durante uma paragem de campanha em Indianápolis para assistir à concessão do grau de Mestre Maçom a Donald Bauermeister, um jovem marinheiro de Indiana que fora fisioterapeuta a bordo do Iate Presidencial em Washington. O presidente estava a atravessar o Midwest numa turné de campanha, e estava a viajar por Indiana na época. Don e o seu pai assistiram ao discurso de Truman em Noblesville no início do dia e foram convidados pelo presidente a viajar no seu vagão particular, para o final do dia na cidade. Enquanto estavam em andamento, Truman repentinamente informou a sua equipa que desejava visitar a loja maçónica de Beech Grove naquela noite.

Harry Truman era um Maçom entusiasta. Antes de se tornar presidente em 1945, Truman serviu como Grão-Mestre da

Placa recordando a visita de Harry S. Truman
Placa recordando a visita de Harry S. Truman

Grande Loja do Missouri e permaneceu um defensor activo da fraternidade durante toda a sua vida.

Rumores da viagem “secreta” do presidente a Beech Grove naquela noite espalharam-se como um incêndio, especialmente entre a comunidade ferroviária. Os Serviços Secretos esforçaram-se para convencer a imprensa de que Truman fora dormir cedo no seu trem na Union Station, e até usaram um duplo para os convencer. No entanto, juntaram-se mais de mil pessoas nas ruas do lado de fora da loja para tentar ter um vislumbre do Presidente entrando no Masonic Hall na 7th e Main Streets.´

Truman chegou pouco antes da segunda secção do Grau começar. Como os rituais de graduação maçónica são considerados secretos, os agentes de segurança não-maçons de Truman não foram autorizados a entrar na sala durante a cerimónia. Forçados a esperar nervosamente do lado de fora, o presidente garantiu-lhes que estava no lugar mais seguro possível na Terra. No interior, Truman foi convidado a presidir à cerimónia e sentou-se na cadeira do Venerável Mestre. Quando perguntado como queria ser formalmente apresentado aos membros e visitantes reunidos, humildemente recusou o título presidencial e, em vez disso, pediu para ser identificado simplesmente como um Antigo Grão-Mestre do Missouri.

Truman com os membros da Loja

O incêndio de segunda-feira começou no segundo andar ou no sótão do prédio, e as autoridades ainda não informaram a causa. Felizmente, não houve feridos.

O templo actual do Beech Grove Lodge foi consagrado em 1942. Os membros da Loja informaram na noite de segunda-feira que o famoso livro de registos de 1948 com a assinatura do presidente sofreu danos causados pelo incêndio, assim como a cadeira de Mestre em que Truman se sentou. Não há ainda notícias sobre os possíveis danos causados pela água a esses tesouros insubstituíveis, já que ainda era muito cedo para fazer uma inspecção extensiva das instalações.

Os detalhes sobre a visita de Truman à Loja Beech Grove em 1948 podem ser encontrados em Goodly Heritage (1968) de Dwight L. Smith, O Irmão Truman de Allen E. Roberts (1985) e mais recentemente no livro Heritage Endures (2018) de Christopher Hodapp.

A notícia original pode ser lida AQUI

Tradução de António Jorge

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *