Questões frequentes (FAQ) sobre o CoronaVírus (COVID-19)

covid 19 hg65ertyu

Embora saia do âmbito desta página maçónica, é relevante a máxima divulgação de informações que facilitem a compreensão e correcta actuação das pessoas relativamente a este problema. Transcreve-se aqui a informação disponibilizada pela Direcção-Geral de Saúde.

O que é um coronavírus?

Os coronavírus são uma família de vírus conhecidos por causar doença no ser humano. A infecção pode ser semelhante a uma gripe comum ou apresentar-se como doença mais grave, como pneumonia.

O que é este novo coronavírus?

O novo coronavírus, designado COVID-19, foi identificado pela primeira vez em Dezembro de 2019 na China, na cidade de Wuhan. Este novo agente nunca tinha sido identificado antes em seres humanos.

O COVID-19 é o mesmo que o SARS?

Não. Os coronavírus são uma família larga de vírus e o COVID-19 não é igual ao que causa o SARS (síndrome respiratório agudo grave). Contudo, análises genéticas demonstram que são relacionados.

Como se transmite?

As vias de transmissão ainda estão em investigação. A transmissão pessoa a pessoa foi confirmada, embora não se conheçam ainda mais pormenores.

Os animais domésticos podem transmitir o COVID-19?

Não. De acordo com informação da Organização Mundial da Saúde (OMS), não há evidência de que os animais domésticos, tais como cães e gatos, tenham sido infectados e que, consequentemente, possam transmitir o COVID-19.

Quais os sinais e sintomas?

As pessoas infectadas podem apresentar sinais e sintomas de infecção respiratória aguda como febre, tosse e dificuldade respiratória.

Em casos mais graves pode levar a pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos e eventual morte.

Qual o período de incubação?

O período de incubação ainda se encontra sob investigação.

Existe uma vacina?

Não existe vacina. Sendo um vírus recentemente identificado, estão em curso as investigações para o seu desenvolvimento.

Existe tratamento?

O tratamento para a infecção por este novo coronavírus é dirigido aos sinais e sintomas apresentados.

Os antibióticos são efectivos a prevenir e a tratar o novo coronavírus?

Não, os antibióticos não são efectivos contra vírus, apenas bactérias. O COVID-19 é um vírus e, como tal, os antibióticos não devem ser usados para a sua prevenção ou tratamento. Não terá resultado e poderá contribuir para o aumento das resistências a antimicrobianos.

Qual o risco?

A avaliação de risco encontra-se em actualização permanente, de acordo com a evolução do surto. O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) e a Direcção-Geral da Saúde (DGS) emitem comunicados diários com o sumário da informação e recomendações mais recentes.

Como me posso proteger?

Nas áreas afectadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença:

  • Adoptar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o cotovelo, nunca com as mãos; deitar sempre o lenço de papel no lixo);
  • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto directo com pessoas doentes;
  • Evitar contacto próximo com pessoas com infecção respiratória.

Necessito de usar máscara facial se estiver em público?

De acordo com a situação actual em Portugal, não está indicado o uso de máscara para protecção individual, excepto nas seguintes situações:

  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória (tosse ou espirro);
  • Suspeitos de infecção por COVID-19;
  • Pessoas que prestem cuidados a suspeitos de infecção por COVID-19.

É seguro receber cartas ou encomendas da China?

Sim, a Organização Mundial de Saúde considera seguro. Até ao momento, não é conhecida a capacidade de transmissão da doença através do contacto com superfícies ou objectos, pelo que as precauções a ter são as relacionadas com medidas gerais de higiene

O que é um contacto próximo?

Pessoa com exposição associada a cuidados de saúde, incluindo:

  • Prestação de cuidados directos a doente com COVID-19;
  • Contacto em ambiente laboratorial com amostras de COVID-19;
  • Visitas a doente ou permanência no mesmo ambiente de doente infectado por COVID-19;
  • Contacto em proximidade ou em ambiente fechado com um doente com infecção por COVID-19 (ex.: salas de aula);

Viagem com doente infectado por COVID-19:

  • Numa aeronave:
    • 2 lugares à esquerda do doente, 2 lugares à direita do doente, dois lugares nas duas filas consecutivas à frente do doente e dois lugares nas duas filas consecutivas atrás do doente;
    • Companheiros de viagem do doente;
    • Prestação de cuidados directos ao doente;
    • Tripulantes de bordo que serviram a secção do doente;
    • Se doente com sintomatologia grave ou com grande movimentação dentro da aeronave, considerar todas as pessoas como contacto próximo;
  • Num navio:
    • Companheiros de viagem;
    • Partilha da mesma cabine;
    • Prestação de cuidados directos ao doente;
    • Tripulantes de bordo que serviram a cabine do doente;

A autoridade de saúde pode considerar como contacto próximo outros indivíduos não definidos nos pontos anteriores (avaliação caso a caso).

Mais informações AQUI.

Como viajante, o que devo fazer?

  • A OMS não recomenda, nesta fase, restrições de viagens e trocas comerciais para a China;
  • Se tiver como destino a China, deve seguir as recomendações das autoridades de saúde do país e as recomendações da OMS, referidas em: “Como me posso proteger?”;
  • Para viajantes regressados da China e que apresentem sintomas sugestivos de doença respiratória, durante ou após a viagem, antes de se deslocarem a um serviço de saúde, devem ligar 808 24 24 24 (SNS24), informando sobre a sua condição de saúde e história de viagem, seguindo as orientações que vierem a ser indicadas.

If you are a traveler returning from China and have developed cough, fever or difficulty in breathing during or after your trip to China, before going into a healthcare facility in Portugal, call 808 24 24 24 (SNS24).

Para mais informação, consulte as páginas oficiais da Organização Mundial de Saúde / for further information, go to the official websites of the world health organization: www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019 e do ECDC / and of ECDC: https://www.ecdc.europa.eu/en/novel-coronavirus-china.

2 thoughts on “Questões frequentes (FAQ) sobre o CoronaVírus (COVID-19)

  • Avatar

    Ao irmão responsável desta pagina gostaria de comentar se não pode fazer á vacina da pneumonia que já tem em postos de saúde na maioria que ainda não contraiu o corona pois está vacina era aplicada á alguns anos atras em consultório particular e só os mais jovens tomaram mais agora já existe pelo SUS ela tem validade de mais ou menos cinco anos só os de vinte e cincos para frente acredito eu que tiveram oportunidade de tomar ela mais não são todos pode existir uma chance tomando está vacina das pessoas pegarem o vírus e o pulmão não ser afetado acredito que todo esforço é valido e está vacina seria dada na população como á da gripe desculpe se insisto em querer ajudar mais todos estão lutando por uma solução e vejo que seria um método preventivo ao menos se pegar seria mais fraco não levando á morte atenciosamente Maria isabel.

    Reply
  • Avatar

    Parabéns à freemason por trazer esse importante problema de saúde mundial.
    Excelente recomendação da direção geral de saude, informa sem criar pânico.
    Salienta-se que “não ser identificado antes em humanos”, por si, não é indicativo de preocupações, pois assim ocorre com todas as novas variantes dos demais virus, em particular, os da gripe que surgem anualmente.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *