Após dois anos e meio, o Maçom já sabe tudo!!!

Pesquisadores da United States Chamber of Freemasonry (grupo de pesquisa maçónica com sede em Washington D.C.), divulgaram resultados de um estudo que demonstra que o tempo médio até que um novo Maçom ache que sabe tudo é de cerca de dois anos e meio.

Sim, vai variar de loja para loja”, explicou o Irmão Ledge Porter. “Mas de um modo geral, em algum momento entre dois e três anos, um Maçon vai acreditar saber o suficiente para começar a se sentir superior aos novos iniciados”.

Falando sobre o paradoxo que contrasta os resultados do estudo com a afirmação de que a Maçonaria é um processo de aprendizagem ao longo da vida:

Oh, não há dúvida de que muitos dos maçons realmente não acreditam que sabem tudo, mas uma vez que atingiram este momento crítico, desenvolvem certos sentimentos (Publicado em freemason.pt)de presunção de que têm bastante conhecimento e na verdade, o suficiente para que eles possam até mesmo começar a fazer julgamentos morais sobre o comportamento de um novo membro”.

Observando que muitos Maçons são convidados a ocupar cargos de oficiais numa loja dentro dos seus primeiros anos, nós entendemos que pode haver uma ligação.

Nós não vimos uma conexão causal sólida”, disse Porter. “Isto é, nós ainda não descobrimos se ocupar um cargo de oficial nos faz sermos um pouco burros moralizantes, ou se leva dois anos até se interiorizar a cultura maçónica na medida em que a pessoa se sente confortável em fazer correcções públicas aos novos irmãos”.

Porter acrescentou: “É claro, a satisfação presunçosa de corrigir um novo Maçom em público é algo que fica com os maçons durante toda a sua carreira maçónica, por isso não esperamos que esta pesquisa leve a qualquer cura. No entanto, pensamos que isto pode ter alguma utilidade, porque alguns daqueles que atingiram este momento não estão apenas a fazer julgamentos sobre novos membros, mas também sobre oficiais mais velhos”.

Em resumo, lamentavelmente não é difícil encontramos tais atitudes em irmãos que se acham superiores, seja por tempo de iniciado ou por algum grau conquistado. O conhecimento deve ser utilizado para nos igualarmos e não para nos tornar superiores aos mais novos.

“Elogie em público e corrija em particular. Um sábio orienta sem ofender e ensina sem humilhar”

 Mario Sérgio Cortella

Adaptado de texto publicado por Luciano R. Rodrigues

Artigos relacionados

Um Comentário em “Após dois anos e meio, o Maçom já sabe tudo!!!

  • Avatar

    Quero fazer parte desta irmandade. Melhor quero ser um ótimo mestre maçon.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *