Como é praticada a Maçonaria em Inglaterra

A Maçonaria Simbólica inglesa é totalmente controlada pela Grande Loja Unida de Inglaterra, sendo que lá, não se fala em Ritos e sim de num conjunto de procedimentos ritualísticos maçónicos; chamados Trabalhos. No caso, o Trabalho de Emulação que é o Trabalho predominante, (cerca de 85%) tem um Ritual chamado Ritual de Emulação (Emulation Ritual).

A Grande Loja Unida de Inglaterra no entanto, reconhece outros tipos de Trabalhos a saber:

  • Taylor Working,
  • Bristol Working,
  • Lewis Working,
  • West End Working,
  • Stability Working,
  • Universal Working,
  • alem de outros tipos de Trabalhos menos divulgados.

Todos estes tipos de Trabalhos são muito parecidos com o Emulation Working. Talvez o mais diferenciado seja o Bristol Working, no qual o Venerável usa um tipo de chapéu chamado “cocked hats” muito usado na marinha inglesa. Neste Trabalho as cerimónias também são um pouco diferentes.

O Trabalho de Emulação tem uma extensão do terceiro grau, que não chega a ser um novo grau chamado Santo Arco Real. Não se trata em absoluto de um grau superior, porem tem uma ritualística própria. Ele é frequentado pelos Past-Masters. Não confundir o Santo Arco Real do sistema inglês com o Corpo de Graus Superiores do sistema americano ( Rito de York Americano), conhecido como Real Arco que tem (Publicado em freemason.pt) vários graus. Esta história de que o Santo Arco Real inglês não é um grau, se bem pensada, não é bem assim . Não é um grau porque eles não querem que seja, pois comporta-se como se fosse um grau, já que tem até um ritual especial. Esta é a verdade.

A Grande Loja Unida de Inglaterra que se julga a Loja-Mãe do mundo e se dá ao direito de reconhecer ou não outras Obediências Simbólicas ou seja, Grande-Orientes e Grandes Lojas, onde é inflexível nos seus critérios de reconhecimentos, no entanto, não cogita, não proíbe, não tem tratados, não interfere em relação aos chamados Graus Superiores. Simplesmente, ignora-os. O seu poder total refere-se tão somente aos graus simbólicos.

Qualquer membro de um dos Trabalhos quer seja o de Emulação, Bristol West End e etc., poderá tentar obter, caso queira, graus superiores, noutros Ritos, noutras Ordens, ou GRAUS PARALELOS como lá são chamados, por exemplo no Rito Escocês Antigo e Aceito ou mesmo no Real Arco do Rito de York Americano ou em qualquer outro sistema de Graus Superiores, desde que não interfira na parte Simbólica.

Em Inglaterra e no País de Gales existe um Supremo Conselho 33 do Rito Antigo e Aceito (Ancient and Accepted Rite – Supreme Council 33) fundado em 1845. Não leva o nome de Escocês mas não é outro senão o nosso já por demais conhecido Rito Escocês Antigo e Aceito.

Os Irmãos poderão também ingressar na Ordem do Monitor Secreto – Grande Conselho (Order of the Monitor).

Ainda existem outros tipos de Maçonaria de Graus Superiores como por exemplo, a Ordem dos Sacerdotes Cavaleiros Templários do Sagrado Arco Real – Grande Colégio – (Order of Holy Royal Arch (Publicado em freemason.pt) Knight Templar Priests) e ainda na Ordem da Cruz Vermelha de Constantino e Ordens Correlatas (Order of Red Cross of Constantine and appendant Orders).

Existem outros GRAUS PARALELOS que merecem ser citados:

  • Grande Loja de Mestre da Marca – Mestres de Marca – (Grand Lodge of Mark Masters – Mark Degree).
  • Graus de Nauta da Arca Real (Royal Arch Mariner Degree).
  • Ordem dos Reais e Selectos Mestres- Grande Conselho – (Order of Royal and Select Masters).
  • Ordem dos Graus Maçónicos Aliados – Grande Conselho – (Order of Allied Masonic Degrees)
  • Honorável Sociedade de Maçons Livres, etc. (Worshipful Society of Free Masons etc.)

Autor desconhecido

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *