O Profeta Salomão

Partilhe este Artigo:
king solomon fghghg
Rei Salomão

Salomão (árabe Sulaymãn) foi, de acordo com o Alcorão, um rei da antiga Israel, bem como o filho de David. O Alcorão reconhece Salomão como um profeta e um monarca divinamente nomeado. A tradição islâmica geral sustenta que Salomão foi o terceiro rei de Israel e foi um governante justo e sábio para a nação.

Um dos eleitos de Deus, e foi-lhe concedido muitos dons dados por Deus, incluindo a capacidade de falar com os animais e controle de génios. Os muçulmanos mantêm ainda que Salomão permaneceu fiel a um único Deus em toda a sua vida, construindo o Templo de Salomão, que se tornou uma das principais casas de culto; reinou com justiça sobre todo o reino de Israel, foi abençoado com um nível de realeza que não foi dado a ninguém depois dele; e cumpriu todos os seus mandamentos, sendo prometido proximidade de Deus no Céu, no final de sua vida. Salomão continua a ser um dos mais comemorados e figuras de santos populares no Islão. A tradição muçulmana sustenta ainda que, junto com David e Dhul-Qarnayn, Salomão foi um dos três grandes monarcas de todos os tempos.

Desde o dia do seu nascimento, Deus deu muitos presentes a Salomão, como ele tinha dado a David. Salomão tinha mostrado sinais de que Deus lhe deu sabedoria, mesmo quando jovem. Na primeira narrativa envolvendo Salomão no Alcorão, este diz que Salomão estava uma vez na companhia de seu pai, quando dois homens chegaram a pedir a David para julgar a sua questão. O primeiro dos dois homens disse que ele era dono de uma vinha de que ele tinha cuidado durante todo o ano. Mas um dia quando ele estava ausente, ovelhas do outro homem foram à vinha e devoraram as uvas. Ele pediu para ser compensado por este dano. Ao ouvir a reclamação do homem, Salomão sugeriu que o proprietário das ovelhas ficar com a vinha do outro homem para reparar e cultivar até as vinhas retornarem ao seu estado anterior.

Ao mesmo tempo, o dono da vinha ficava com as ovelhas e os benefícios de sua lã e leite até sua terra lhe ser devolvida, momento em que voltariam as ovelhas ao seu proprietário. O Nível de julgamento de Salomão, que o Alcorão diz neste incidente em particular, superou a de David, que caracterizaria Salomão em toda a sua vida. Sabedoria, de acordo com a tradição muçulmana, seria sempre associada a Salomão, que mais tarde ainda seria referido como Salomão, o Sábio.

Quando Salomão herdou a posição de rei sobre Israel, ele orou a Deus para lhe conceder um reino que seria maior do que qualquer outro, depois dele. Deus aceitou a oração de Salomão e deu-lhe o que este quisesse. Foi nesta fase que Salomão começou a adquirir os muitos presentes que Deus iria conceder-lhe ao longo de sua vida. O Alcorão relata que o vento foi feito subserviente a Salomão, e ele poderia controlá-lo de sua própria vontade, e que os génios também ficaram sob controle de Salomão. Os génios ajudaram a fortalecer o reinado de Salomão, construindo para ele monumentos, casas de culto, arte e reservatórios. Deus também criou uma fonte milagrosa, inevitavelmente, para ser usado por génios em sua construção. Salomão foi até ensinado nas línguas de vários animais, em particular, todos os pássaros. O Alcorão relata que, um dia, Salomão e seu exército entraram num vale, onde havia muitas colónias de formigas. Ao ver Salomão e seu exército, uma das formigas alertou todos os outros “... entrai nas vossas habitações, para que Salomão e seus exércitos não esmaguem vocês, sem saber “. compreendeu imediatamente o que a formiga disse, então Salomão, como sempre, orou a Deus, agradecendo-Lhe por lhe dar tais dons e ainda evitou pisar sobre as colónias de formigas. a sabedoria de Salomão, no entanto, foi mais um dos dons que recebeu de Deus, e os muçulmanos mantêm fortemente que Salomão nunca esqueceu a sua oração diária, o que, para eles, era mais importante do que qualquer um dos presentes.

Outro aspecto importante do reinado de Salomão foi o tamanho de seu exército, que consistia em homens e génios. Salomão teria frequentemente avaliado as suas tropas e guerreiros, bem como os génios e todos os animais que trabalhavam com ele.

De acordo com o Alcorão, a morte de Salomão era uma lição a ser aprendida, Quando Deus decretou a morte de Salomão, nada disse aos Homens.

Quando Salomão estava para morrer, ele levantou-se em oração segurando a sua bengala. Assim ele morreu silenciosamente, mas, por vontade de Deus, não caiu. Ele permaneceu nessa posição, e todos, incluindo os génios pensaram que ele ainda estava vivo. Finalmente, Deus ordenou a um verme para enfraquecer a bengala e o corpo de Salomão caiu. Foi depois disso que acreditaram todos os seres humanos que não sabemos tudo e só Deus tinha conhecimento de tudo e de todos.

Isto deve ter ocorrido por volta do ano Maçónico 3000, por volta do ano 4000 nasceu o Profeta Jesus e o Cristianismo e por volta de 4600 apareceu Maomé e o Islamismo. De seguida estas duas religiões entram em guerra por causa da cidade onde ficava o Templo. Aqui por volta do ano 5000 apareceu mais um S. João, este ficou João de Jerusalém. João Esmoler que fundou a Ordem dos Hospitaleiros.

Por esta fase já os Islâmicos tinham sofrido várias cisões. Uma delas deu origem a uma etnia que ainda hoje existe na Síria: Os Drusos. Os Drusos conhecem a Estrela F∴. Conhecem O Número de Ouro.

MMQQ II

É esta a Estrela f∴ que há em mim. Fazer ver outros aspectos, aos II∴, Aos Outros de uma forma geral. Ver outros aspectos, outros ângulos, outras luzes, outros sons, outros sabores, tactear a realidade de forma a podermos melhorar como Homens.

Paulo Gaspar

Artigos relacionados

Partilhe este Artigo:

One thought on “O Profeta Salomão

  • Avatar

    Mais uma vez muito esclarecedor, este artigo gratidão profunda
    Pax Lux

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *