Livro de Visitas

Deixa a tua mensagem no Livro de Visitas

 
 
 
 
 
 
 
- Campos marcados com * são imprescindíveis.
- O seu endereço de email não será visível.
- Por questões de segurança, guardamos o seu endereço IP 18.232.188.251.
- O seu texto só ficará visível após ser revisto por nós.
- Reservamo-nos o direito de editar, apagar ou não publicar textos.
120 entries.
LENIRA FREIRE ENGEL LENIRA FREIRE ENGEL desde Porto Alegre wrote on 26/03/2020 at 18:59:
Parabenizo o Irmão pelas matérias publicadas, pois é um manancial de conteúdos para estudo, de excelente qualidade! TFA
SERGE MAGNO BRASIL SERGE MAGNO BRASIL desde ARACAJU/SERGIPE/BRASIL wrote on 25/03/2020 at 01:54:
Gratidão pelo expostos nesta página! T.A.F.
Robson Joaquim Robson Joaquim desde Osasco wrote on 24/03/2020 at 16:42:
Que site maravilhoso, fonte inesgotavel de leitura, acessando todos os dias em casa no meu "templo de estudos". TFA parabéns
Francinaldo S. Oliveira Francinaldo S. Oliveira desde Teresina - Piauí wrote on 19/03/2020 at 15:00:
meu ir. quanto conteudo!! realmente impressionado com o acervo! muito instrutivo!!
JOSE TREVISAN JOSE TREVISAN desde Indaiatuba wrote on 29/02/2020 at 19:33:
Gratidão pelo excelente material de instrução postado nesta página. Votos de vida longa a todos os irmãos colaboradores deste site. SFU Trevisan ARLS. De Estudos Sem Fronteiras 7025
Bernardo Teixeira Bernardo Teixeira desde Lisboa wrote on 28/02/2020 at 15:46:
Parabéns. Cada vez melhor! Forte TAF
Admin Reply by: António Jorge
M:.Q:.I:. Bernardo Teixeira, Há quanto tempo. Muito Obrigado pelas tuas palavras. Recebe um TAF de António Jorge
Milton Luiz da Silva Milton Luiz da Silva desde São Paulo wrote on 27/02/2020 at 19:41:
Muito feliz em compartilhar essa maravilha que é novos aprendizados na nossa ordem, muita historia, reportagens pontuais estão todos de parabéns rogo ao GADU que abençoe e ilumine nossa família maçônica...TFA
Carlos Abel Gomes Ribeiro Carlos Abel Gomes Ribeiro desde Caraguatatuba - SP wrote on 11/02/2020 at 00:38:
Boa noite. A um ano venho lendo e adorando os artigos deste site e sempre que posso apresento pranchas para nossos IIr.'. em loja e sempre indico o Freemason para nossos IIr.'.. Um T.F.A.
Eraldo Boechat Eraldo Boechat desde Manaus wrote on 16/01/2020 at 12:51:
Gostei muito do trabalho de voces, abrindo novos espaços para aprendizados, e o consequente aprimoramento daqueles que buscam a 'Luz'. Parabéns pelo belo trabalho e quiçá o Grande Arquiteto nos permita um fraterno encontro em vossa terra, onde ainda estudo - Guimarães, Minho.
OLY EDUARDO DE OLIVEIRA OLY EDUARDO DE OLIVEIRA desde Vitória wrote on 11/01/2020 at 12:50:
Bom dia. Conheci hoje este blog(site?). Gostei muito! Tinha dificuldades em acessar ensinamentos sobre a Maçonaria. E, ultimamente venho conhecendo alguns. E estou aprendendo muito também! Passarei a ser um visitante assíduo. Sou da loja "Nilo Peçanha", de Colatina(ES). Abraços. Oly.Bom dia. Conheci hoje este blog(site?). Gostei muito! Tinha dificuldades em acessar ensinamentos sobre a Maçonaria. E, ultimamente venho conhecendo alguns. E estou aprendendo muito também! Passarei a ser um visitante assíduo. Sou da loja "Nilo Peçanha", de Colatina(ES). Abraços. Oly.
MARCELO ADRIANO ANDRADE MARCELO ADRIANO ANDRADE desde Montenegro / RS / BRASIL wrote on 09/01/2020 at 09:12:
Um TFA aos Irmãos. Ótimas fontes de aprendizado e orientação.
Wellinton Zanoni Xavier Wellinton Zanoni Xavier desde Cariacaica/ES - Brasil wrote on 06/01/2020 at 14:48:
Um dos melhores sites sobre Maçonaria que conheço. Parabéns pelo excepcional trabalho.
Sérgio Gomes Ferreira Sérgio Gomes Ferreira desde Uberaba MG wrote on 05/01/2020 at 03:08:
Parabéns pelo Site! Excelente Publicações.
Rui Miguel Truzzi Gonçalves Rui Miguel Truzzi Gonçalves desde Santa Cruz de La Palma wrote on 22/12/2019 at 11:28:
Queria expressar uma grande alegria de ver este explendido sitio WEB , com grandes artigos que enriquece a minha origen Lusitana (tripeiro) As minhas mais sinceras felicitações por um bom trabalho maçônico ! Felizes festas para todo o Povo Maçônico , TAF
Barsanulfo Jacinto Xavier Filho Barsanulfo Jacinto Xavier Filho desde Palmas - TO wrote on 12/12/2019 at 22:44:
Parabéns pelo artigo, seus posicionamentos são claros e objetivos. Apresenta grandes ensinamentos à nossa Ordem. TFA
EDU CELSO NOGUEIRA BRANCO EDU CELSO NOGUEIRA BRANCO desde GUAÍRA - São Paulo Brasil wrote on 25/11/2019 at 00:21:
Quando um Maçom é Desnecessário para a Ordem e para a Sociedade. Uma das situações, talvez a mais dolorosa para um homem, é quando ele se conscientiza de que é totalmente desnecessário, seja no ambiente familiar, no trabalho, na comunidade ou, principalmente, para nós Maçons na nossa Instituição. Os Maçons tornam-se desnecessários: Quando, decorrido algum tempo de sua Iniciação ao primeiro grau da Ordem, os iniciados já demonstram desinteresse pelas Sessões, faltando constantemente, sem justificativa , demonstrando não estarem comprometidos com a Instituição, apesar de terem aceitado a Iniciação e terem feito um juramento solene. Durante as Sessões, já “enturmados”, ficam impacientes com as instruções, com as palestras ou com as palavras dos Irmãos mais velhos, achando tudo uma chatice, uma bobagem, que atrasa o ágape e a esticada para a cervejada da noite. Ao tempo da apresentação de trabalho para aumento de Salário, não têm a mínima idéia dos assuntos que podem escolher e os seus temas. Simplesmente “copiam” alguma coisa de um livro, da internet e apresentam-no, pensando que ninguém vai notar.Fazem o trabalho por fazer , apenas para “ encher linguiça “, como diziam os antigos. Ainda como Companheiros, começam a participar de grupos para ajudar a eleger o novo Venerável e, não raro, já pensando seriamente em chegarem a Mestres, começam a trabalhar para obter o ” poder” na Loja ou se aproximar daqueles que acha que acha que comandam a loja. Ao se tornarem Mestres, não aceitam que ainda não sabem nada a respeito da Ordem e acham que estudar, e comparecer ao máximo de Sessões do ano, é coisa para a administração, para os Companheiros e Aprendizes. Quando Mestres, ao participarem das eleições como candidatos a algum cargo na Loja, principalmente para o de Venerável, não forem eleitos, somem das reuniões ou filiam-se a outra Loja, onde poderão ter a “honra” de serem cingidos com o avental de M.’.I.’., que é muito mais vistoso do que o de um “simples” Mestre. JáMestres,eou, até participando dos graus filosóficos, nãoconseguem entenderainda, que o essencial para o verdadeiro Maçom é o seu crescimento espiritual, a sua regeneração, a sua vitória sobre a vaidade e os vícios. Não aceitam que a humildade e o bem que possam fazer aos seus semelhante é importante . Não toleram a política interna, da proteção mútua, principalmente na parte material, que é importante mas não essencial.O importante para este " projeto de maçon " é o pós reunião: as cervejadas e as noitadas adentro. Como Aprendizes, Companheiros ou Mestres, não entendem que a Loja necessita que suas mensalidades estejam rigorosamente em dia, para que possam fazer frente às despesasde manutenção que são inevitáveis. Não querem entender que deixar de contribuir com suas mensalidades , a conta de manutenção da loja e das obrigações terão quer ser assumidas e arcadas por outros maçons. Como Venerável-Mestre, se chegarem lá , agem de forma mesquinha, de forma a ocultar de todos os obreiros de sua Loja, fatos e eventos que tenham claramente interesses materiais particulares. Deixam o caos se abater sobre a Loja, não sendo firmes o suficiente para exercer sua autoridade. Não fazem um calendário com programação pré-definida para um período. Não cobram de seus auxiliares a execução das tarefas a eles determinadas, e não se importa com a educação maçônica, que é primordial para o aperfeiçoamento de todos . Como Vigilantes, não entendem que, juntamente com o Venerável Mestre, devem constituir uma unidade de pensamento, pois, em todas as Lojas nas quais um, ou os dois Vigilantes não se entendem entre si e, por ultimo não se entendem com o Venerável, o resultado da gestão é catastrófico e poderá destruir a loja e fazê –la bater colunas. Como Guarda da Lei, nada sabem das leis e regulamentos da Potência e de sua própria Loja, e usam o cargo apenas para discursos ocos, sem sentido , tolos ,com discussões intermináveis. Como Secretários, sonegam à Loja as informações dos boletins quinzenais, as correspondências dos Ministérios . Omitem , os materiais do departamento de cultura, que visam dotar as Lojas de instruções e conhecimentos, que normalmente não constam dos rituais, e são importantes para a formação do Maçom. Como Tesoureiros, não se mostram diligentes com os metais da Loja, não se esforçam para manter as mensalidades dos Irmãos em dia e não se importam com os relatórios obrigatórios e as prestações de contas. Como Hospitaleiros, não estão atentos aos problemas de saúde e dificuldades dos Irmãos da Loja. Quando constatamos que em um grande número de Lojas, com uma freqüência média de vinte Irmãos, se recolhe um tronco de beneficência com valores irrisórios, não fazem questão de saber que estes valores são pequenos, mas importantes para algumas pessoas, como por exemplo, um medicamento a uma pessoa necessitada. Esquecem que a contribuiçãodos maçons é necessária, pois a benemerência é uma obrigaçãodo Maçom. Como Chanceleres, não dão importância aos natalícios dos Irmãos, cunhadas, sobrinhos e de outras Lojas. Agem em desacordo com as leis, adulteram as presenças, fraudam presenças, beneficiam Irmãos que faltam e não merecem a assiduidade permitindo um aumento de salário fraudulento. Quando a Instituição programa uma Sessão Magna Pública para homenagear alguém ou alguma entidade pública ou privada, o maçon não necessário, não faz incetivo a presença de outros maçons . Quando constata a presença de um número irrisório de Irmãos, critica os que não comparaceram , dando aos profanos uma visão negativa da Ordem, deixando constrangidos aqueles que se dedicaram e se esforçaram para realizar o evento à altura da Maçonaria. Todos esses Irmãos indiferentes, que não comparecem habitualmente a essas Sessões, sem motivo plenamente justificável , são desnecessários à nossa Ordem. Durante as sessões ficam totalmente alheios às discussões, muitas vezes de maneiradescarada, utilizam o celular ficando trocando mensagem no Whatsaap, ou vendo na internet, assuntos alheios a reunião, constituindo isto um desrespeito total aos presentes, e aos eventuais visitantes da Loja. “Na maioria das vezes estes maçons, não respeitam a familia, traem suas esposas, não se importam com seus filhos, instituições, profissão, sociedade, enfim não se importam com nada, nem mesmo com sua aparencia.” O “que importa é seu “ status social”, a proximidade do poder, ser parte dos “ amigos do rei”, importando a sua pessoa e nada mais. O que realmente importa é “estar maçon” perante a sociedade profana. Na maioria das vezes, se comportam como adolescentes deslumbrados, achando que podem tudo , não tendo escrupulos em prejudicar alguem, um irmão, um familiar, colegas de profissão , ou quem lhe cruzar o caminho. O que importa é sua satisfação pessoal, o seu ego, nada mais. A maçonaria para estes maçons, nada mais é do que um degrau, para ser usado na sua ambição desmedida, ou escalada de ascenção social. Muitas vezes estando em condição economica confortável ,melhor que outros irmãos, sugerem ajuda aos irmãos que estejam em dificuldade financeira, mas no entanto querem cobrar juros extorsivos, aproveitando a ocasião para ganhar mais, agindo como abutres que veem uma presa abatida, a qual querem devorar até os ossos. Quando se afastam por algum motivo, no seu retorno, querem impor suas ideias, seus pensamentos, enfim chamar a atençao de alguma maneira, com se dissessem : “ cheguei e estou aqui “. Muito mais haveria para se dizer em relação aos Irmãos desinteressados da nossa Sublime Instituição.Fiquemos por aqui e imploremos ao Grande Arquiteto do Universo que ilumine cada um de nós, para que possamos agir na Maçonaria com o verdadeiro Espírito Maçônico e não com o espírito profano. Roguemos ainda, que em nenhuma circunstância, seja na família, no trabalho, na sociedade ou na Arte Real, tornemo-nos desnecessários, pois ,deve ser muito triste e frustrante, para qualquer um sentir-se sem importância e sem utilidade no meio em que se vive. Na maioria das vezes , estes “ maçons “simplesmente, não se apercebem que não são benquistos, mas fazem questão de aparecer, mesmo que de forma ridicula. Quando nos sentimos desnecessários, ou nos fazem desnecessários , é como se nos tornassemos um carro velho, ao fundo de uma garagem , tomando espaço, sem sentido, sem utilidade, sem importancia, como um estorvo para a sociedade, e para a familia. Perde-se o sentido de tudo, e até da propria vida e sua existencia. irmão Edu Celso Nogueira Branco. ARLS Acácia Guairense n. 057 - Oriente de Guaira. São Paulo Brasil.] grau 33 - Grande Inspetor Geral de Ordem. Grande Oriente Paulista. Médico especialidade : pediatria.
cicero fernandes cicero fernandes desde Rio do sul wrote on 24/11/2019 at 02:49:
Excelente material para estudos. Um site abrangente e muito bem elaborado parabéns
Viviane de Oliveira Melo Viviane de Oliveira Melo desde Campo Largo wrote on 23/11/2019 at 23:33:
Gratidão pelos ensinamentos. Uma Eterna aprendiz que está ainda engatinhando.
Giovani Karas Giovani Karas desde Rio Negro/PR wrote on 21/11/2019 at 01:53:
Textos magníficos. Parabéns pelo profissionalismo dedicado à Ordem Maçônica. Tua.
ANDRÉ MACHADO SASSONE ANDRÉ MACHADO SASSONE desde RIO GRANDE wrote on 19/11/2019 at 11:05:
Bom dia, eterno aprendiz, sempre necessitando de novos ensinamentos. T∴F∴A∴

Partilhe este Artigo: