Expectativas elevadas

Reflectindo sobre artigo recente expectativas sobre educação maçónica, fui trazido de volta à minha chegada à Porta do Ocidente. Ao contrário do novo irmão com uma memória incrível no que escreve, eu tenho muita dificuldade em reter factos e citações exactas. É preciso muita repetição. Felizmente para mim, fazemos isso na Educação Maçónica! Eu descobri que nem todas as lojas exigem aos novos irmãos que memorizem o catecismo. Fiquei desapontado e perplexo porque é que isso acontece. Imediatamente, duas razões me vieram à mente:

  • Ensinar dá muito trabalho;
  • pode haver uma preocupação de que ter de trabalhar, possa afastar os membros.

No que diz respeito a ambos os pontos: a nossa metáfora é a do Trabalho – trabalho. Está imbuído na nossa razão de ser, por muitas razões com múltiplos significados. Antes do advento da pesquisa sociológica, as pessoas sabiam que o trabalho é importante: um senso de propósito muitas vezes significa mais para nós do que “ser feliz”. As pessoas lutam pela grandeza não porque é fácil, mas porque é importante fazer a diferença para os outros. Então vamos dispensar o primeiro ponto… estamos aqui para trabalhar.

Relativamente ao segundo ponto, Altas Expectativas significam maior valor. Se esperamos pouco dos Irmãos, novos ou veteranos, o que fazemos terá pouco valor para eles ou para o mundo. Se exigirmos muito, o que fazemos terá valor. Nos últimos vinte anos, a pesquisa sobre resiliência, como às vezes é chamada, confirma o que os construtores de antigamente já sabiam: as altas expectativas, bem apoiadas, levam a melhores resultados. Se não esperamos mais nada um do outro e de nós mesmos do que entrar na Maçonaria tão rápida e facilmente quanto possível, que valor temos? Percebi que, ao escrever a declaração anterior, muitos de nós participamos por diferentes razões que foram e serão abordadas noutros lugares e épocas.

Lembro-me com alegria e empolgação duradoura da minha própria experiência, a noite da minha iniciação. É um borrão, eu estava tão imerso na experiência. Lembro-me de muito poucas palavras. Eu lembro-me distintamente da voz de quem me acompanhou durante a iniciação; Lembro-me da voz do Venerável durante o meu Juramento e da nossa conversa no dia seguinte. Ele reafirmou a expectativa e o apoio. Quando começamos os nossos trabalhos, disse ele: “Haverá muito trabalho. Pode levar muito tempo, mas nós não vamos deixar que você falhe”.

Erik Marks
Tradução de António Jorge

Artigos relacionados

Um Comentário em “Expectativas elevadas

  • Avatar

    Justo e perfeito os estudos da Maçonaria.
    Quero estudar e me desenvolver como ser humano . . .

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *