O que é a Maçonaria? Uma instituição educacional ou um clube social?

Surpreendentemente, esta mensagem abrirá os olhos de muitos professores maçons, mesmo daqueles que orgulhosamente possuem altos graus dentro da instituição, mas que mesmo estando na Maçonaria, não entenderam ou não quiseram entender, por sua conveniência, o que é essencialmente a Maçonaria e para que foi criada.

Bem, a Maçonaria foi criada como uma instituição educacional, como indica a sua definição, “é uma oficina cujo único objectivo é o estudo da filosofia e, principalmente, da moralidade, para conhecer a virtude e praticá-la com o objectivo de gerar homens livres e boas maneiras úteis para a humanidade”, sendo, portanto, a única instituição educacional que se apega aos mais altos princípios éticos e morais, pode potencialmente mudar o mundo em direcção à paz, felicidade e progresso, desde que os seus ensinamentos estejam apegados à erradicação dos factores temperamentais que todos os homens e mulheres do mundo têm por natureza, sem o recurso a fanatismos, idolatria, dogmatismo e nacionalismos, assim como as instituições pseudo-educacionais mais destacadas [editado], e até muitas universidades de destaque que nos seus programas educacionais não contemplam completamente e com todo o seu valor, valores éticos e morais fundamentais como aspectos básicos e irremediavelmente fundamentais para estabelecer uma sociedade pacífica e progressista.

No entanto, como no início desta mensagem eu lhe expressei, muitos professores maçons, mesmo aqueles que orgulhosamente possuem altos graus dentro da instituição, mas que a Maçonaria não entrou na sua mente e coração, não entenderam ou não querem entender, para sua conveniência, o que é essencialmente a Maçonaria e para que finalidade foi criada. Vêem a nossa instituição Augusta apenas como um clube social, onde se pode encontrar contactos e oportunidades para satisfazer as suas aspirações por trabalho e aprimoramento político, para desfrutar de convívio social, para liberar os usos e costumes vãos e falaciosos ditados pelo mundo profano em que estão imersos e ainda pior, onde os seus desejos de egolatria e vaidade encontram um campo propício para imaginar a sociedade como super-homens através dos seus trajes elegantes e da sua suposta sabedoria inchada, e pior, um lugar para mostrar o seu profundo conhecimento na frente dos seus outros irmãos através [editado] de mitos, dogmatismos, especulações e filosofias das mais raras origens e tipos que não contribuem para a melhoria da sociedade ou para onde se move.

De qualquer forma, que perfil produziu este procedimento perante o mundo? Qual é a imagem motivada pelos maçons que não assimilaram a essência da Maçonaria? Essas perguntas serão tão simples de explicar: se compararmos a Maçonaria com um clube social ante outras instituições desse tipo, como Rotary e Lions clubes, para mencionar apenas as associações mais proeminentes desse tipo no mundo ocidental, elas, perante a sociedade, ante o mundo profano gozam de respeito e admiração do povo; mas a Maçonaria não, pelo que que vimos através de evidências palpáveis ​​e objectivas:  O facto é de que as pessoas do mundo consideram que a Maçonaria é uma sociedade que não contribui em nada para a melhoria da sociedade e no seu extremo, até a má imagem gerada que leva a que muitas pessoas profanas considerem a Maçonaria um templo de adoração a Satanás, causando repúdio.

Adaptado de texto escrito por Faustino Francisco García Peña

Artigos relacionados

2 Comentários em “O que é a Maçonaria? Uma instituição educacional ou um clube social?

  • Avatar

    Boa noite ! Que o bom caráter e a boa personalidade sejam aliceces nas construções dos valores dos seres humanos. Bom artigo! Tudo de bom, Saúde e Paz para todos …

    Reply
  • Avatar

    Verdades absolutas foram aqui escritas. Parabéns

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *