Sabe qual é a sua missão na vida?

Fora do lar e da casa de Deus, não há nada neste mundo mais bonito que o Espírito da Maçonaria. A sua missão é gentil, graciosa e sábia: transformar a humanidade numa grande irmandade redentora, uma liga de homens nobres e livres envolvidos no radiante empreendimento de desenvolver com o tempo, o amor e a vontade do Eterno”.

Joseph Ford Newton

Na semana passada, participei em algumas noites numa actividade em grupo. Eu não estava muito empolgado quando li sobre ela, pela primeira vez, mas achei que poderia ser interessante. O objectivo deste projecto de grupo era criar uma Declaração de Missão Pessoal. De acordo com o que li antes da primeira sessão, uma Declaração de Missão Pessoal pode ser uma ferramenta extremamente poderosa. Se criar uma que capte tudo o que tem em mente, poderá ajudar a direccionar quase todas as decisões e aspectos da sua vida. Isto soou como uma grande promessa para algo que tem apenas algumas frases, mas como estou a começar uma nova aventura na vida e passei um tempo considerável no último ano ponderando sobre alguns desses problemas, decidi que provavelmente valia bem o meu tempo.

Antes destas discussões, recebemos cerca de uma dúzia de perguntas destinadas a esclarecer o que eramos – eram estritamente para nosso próprio uso. Passei algumas horas a responder-lhes. Depois que terminei, voltei e li as páginas que havia escrito. Foi muito fácil ver alguns temas muito comuns. Também era bastante óbvio onde minhas aspirações estavam frequentemente em conflito com a realidade do que eu estava a fazer. Voltaremos a estas perguntas repetidamente nas próximas noites, destacando áreas diferentes, escolhendo temas recorrentes e identificando as desconexões. No fim de semana, peguei todas as coisas que aprendi nessas duas noites e criei o início de uma missão pessoal muito curta.

Percebi em algum momento, durante o exercício, que já tinha feito algo parecido antes. Eu fiz-me muitas dessas mesmas perguntas num determinado momento da minha vida. A última vez que me vi preso a uma rotina e me perguntei o que seria a seguir.

  • “O que é importante para si?”
  • “Onde é que quer ir?”
  • “Que tipo de legado deseja deixar para trás?”
  • “Quais os traços de personalidade que precisa adquirir para chegar aonde quer ir?”
  • “Quais os traços de personalidade que precisa perder?”
  • “Como é que visualiza a sua melhor vida?”

Da última vez, estas perguntas levaram-me a entrar para uma Loja Maçónica. As minhas respostas foram um pouco diferentes das da última vez, mas estou mais no caminho agora do que estava antes. A Loja Maçónica tem sido um poderoso motivador na minha vida. Deu-me foco, deu-me bons exemplos a seguir, bem como oportunidades de fazer coisas que nunca tinha feito antes. Levou-me repetidamente para o próximo nível, o que mudou a minha vida e a minha direcção. De facto, levou-me a esta encruzilhada em que me encontro agora!

Demasiados Maçons não entendem de que se trata. Eles permanecem a mesma pessoa que eram quando ingressaram – alguns convencidos de que são um presente para a Maçonaria e não o contrário. Ouvimos as palavras, mas não aplicamos os princípios. Eles lêem livros sobre a Maçonaria para poderem discutir livros sobre a Maçonaria, mas nunca aplicam a Maçonaria! Esses maçons serão os primeiros a dizer que a Maçonaria é uma jornada, mas eles nunca fizeram as malas para a viagem.

Maçonaria é trabalho – alguns dos trabalhos mais difíceis que você já fez. Envolve reconstruir-se melhor! Fortalecer os aspectos positivos da sua pessoa e eliminar os negativos. É sobre descobrir em que você é bom, em que é apaixonado e colocar essa energia em bom uso. Mas a parte mais difícil disto tudo é ser honesto connosco próprios. Ser capaz de admitir para nós mesmos que existem algumas áreas que precisamos de trabalhar. Ser capaz de olhar no espelho e ver o que as outras pessoas vêem e ter o desejo de mudar o que você está a ver.

Uma Declaração de Missão Pessoal é uma coisa boa de se ter. Se não servir para nada mais, esclarece o que é pessoalmente importante para si e dá foco à sua vida. Mas, sem dúvida, nunca houve um momento melhor do que durante esta quarentena para muitos de nós dedicarmos algum tempo para fazer um inventário pessoal. Temos muito tempo disponível para reflectir sobre questões difíceis que às vezes se afogam na agitação da vida quotidiana e encontrar a escada para o próximo nível.

Todd E. Creason

Tradução de António Jorge

Fonte

  • Midnight Freemasons

Artigos relacionados

Partilhe este Artigo:

Um Comentário em “Sabe qual é a sua missão na vida?

  • Avatar

    Junto com maçonaria posso fortelecer os meus aspectos positivos e eliminar os negativos

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *