Horário exacto para o início das sessões

A régua de 24 polegadas, entre outras características a serem desenvolvidas pelo homem Maçom, simboliza a pontualidade. É uma questão de respeito para com os irmãos que chegam no horário. Pontualidade significa nem muito cedo, nem atrasado. É uma consciência de compromisso, uma atitude interior que deve ser disciplinada e treinada.

Num relato de Mackey este relata que o arquitecto do templo de Jerusalém tinha na pontualidade uma característica extremada, mesmo com detalhes os mais insignificantes, a semelhança da sua capacidade criativa. Ele era criativo mais porque era pontual e cumpridor dos seus deveres assumidos que devido ao dom inato. Ser criativo dá trabalho. Homem que não trabalha não enche o celeiro. É pelo trabalho que somos surpreendidos criando algo novo. É importante a pontualidade porque a obra não pode parar. É importante porque está em jogo toda uma autoconstrução em andamento. Construir catedrais é mais fácil que construir seres humanos. É importante porque chegar atrasado pode corromper outros pelo exemplo.

É um insulto chegar atrasado a um compromisso assumido. Existem surpresas no trânsito que eventualmente podem causar atraso. Se ocorrer algum imprevisto, avisar imediatamente aos irmãos. Hoje em dia, com o telefone celular isto é fácil. Ou então, sair mais cedo de onde se está. Chegar atrasado abre um grande leque de possibilidades de dizer ou fazer erros e cometer gafes. Impede que se saiba, por exemplo, que o grão-mestre ou outra autoridade está presente. Cria dificuldades para se integrar na egrégora e no clima formado. Normalmente é sessão de pouco proveito pessoal.

Se chegar atrasado é ruim, pior é se devido a isto deixar de frequentar a sessão. Isto desenvolve o vício do absentismo. Cada um conhece-se o suficiente para saber que corpo e mente querem facilidades, descanso, principalmente após um dia de labutas. Que a humilhação, ou o nariz torcido de algum irmão por se chegar atrasado sirva de mola propulsora para evitar este proceder.

Chegar no horário para um compromisso assumido é fundamental para adquirir relações humanas de alta qualidade. As pessoas confiam mais numa pessoa que é pontual. Se for pontual com o combinado é pessoa que cumpre outras obrigações com o mesmo denodo e precisão. O Poema Regius ou Documento Halliwell, num apêndice, acrescentado provavelmente por um sacerdote diz: “O mestre Maçom há-de assistir com pontualidade as assembleias e reuniões em geral” para desenvolver a disciplina que o norteará na vida em sociedade.

Grandes líderes cumprem aquilo que falam e são pontuais na sua execução. Têm na sua personalidade a consciência de assumir e cumprir os seus compromissos com exactidão. São os mínimos detalhes que fazem a diferença na sua liderança, convencem com mais facilidade, influem e conduzem outros seres humanos porque estes confiam mais em alguém que é pontual, e sabem que se aquele disse, vai cumprir.

Homens pontuais nos seus compromissos são bem sucedidos em quaisquer projectos em que se envolvem. São mais felizes nos seus relacionamentos familiares, sociais e profissionais. São pessoas com as quais se tem segurança em iniciar uma actividade porque existe uma grande probabilidade de a ver concluída.

É quando pequeno que esta característica é embutida na personalidade do ser humano. É cedo na vida que o ser social por excelência, o ser humano, descobre que viver em grupo cria compromissos que devem ser cumpridos por todos os elementos do grupo. Quando mais velho ainda é possível mudar esta característica. É mais difícil e exige mais empenho. Ai entra a Maçonaria, dando um papel em branco para o irmão passar a limpo a sua vida, treinar novos potenciais para a sua personalidade e fazer a diferença na sociedade.

Charles Evaldo Boller

Artigos relacionados

Partilhe este Artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *