Mensagem de Peter Lowndes, Pro Grão-Mestre da Grande Loja Unida de Inglaterra (UGLE) 

peter lowndes hg65tfgh
Peter Lowndes, Pro Grão-Mestre da United Grand Lodge of England

Irmãos, desde a última vez que enviei uma carta em Maio, estivemos numa espécie de montanha-russa, 2 passos para frente e um passo para trás em mais de uma ocasião. Quando o relaxamento parcial de “Lockdown” aconteceu, tive uma enorme sensação de alívio, mas isso foi amenizado por todos os conselhos de que provavelmente haveria águas agitadas à frente.

As águas turbulentas chegaram, não tão turbulentas como em Março, mas, ainda assim, suficientemente más para colocar a nossa recuperação Maçónica em espera. Isto é deprimente, principalmente para todas aquelas pessoas que fizeram tanto para manter as coisas a funcionar e para inspirar Maçons e não Maçons.

Mencionei em algumas ocasiões em quanto trabalho de caridade nos envolvemos em todo o mundo, tanto em trabalho voluntário como apoio financeiro. Foi notável e não passou despercebido até mesmo para a Imprensa Nacional, que pode ser tão injustamente crítica até mesmo das nossas melhores obras. O resultado positivo dessa atenção tem sido um aumento perceptível de candidatos potenciais à Iniciação e esta foi uma das razões pelas quais estávamos determinados a tentar encontrar uma forma adequada de permitir que as Lojas trouxessem sangue novo, ao mesmo tempo que nos mantemos dentro das directrizes do Governo.

Como na maioria das ocasiões, quando são feitas mudanças nas tradições causadas por circunstâncias únicas, nem todos concordam com tudo o que é feito. Isto não se aplica apenas às mudanças do Ritual, mas também a outros aspectos da nossa vida Maçónica. No entanto, em relação às mudanças do Ritual, certamente todos concordariam que deixar Lojas e candidatos em potencial simplesmente estagnarem por este longo período seria irresponsável ao extremo. Infelizmente, o último passo para trás anulou todo o pensamento que foi feito para encontrar formas de realizar as nossas cerimónias, por enquanto.

É inevitável que o caminho legalmente exigido esteja a mudar continuamente e seja relativamente complicado de interpretar para organizações individuais como a nossa. Temos a sorte de ter consultores internos de alto calibre, o não menos importante conselho jurídico de muitos liderados pelo Grand Registrar e um Grande Secretário e muitos outros que são altamente qualificados em medicina. Cada vez que há uma alteração nos requisitos legais, a legislação é rastreada pelos envolvidos, discutida em detalhes e uma recomendação é apresentada. É importante que façamos a interpretação correcta da legislação, e não apenas uma interpretação leiga. Essas interpretações leigas são, na melhor das hipóteses, suspeitas!

Tenho o prazer de dizer que a grande maioria dos nossos Irmãos agradece todo o trabalho que está sendo feito no centro e gostaria de pedir aos que estão menos felizes para terem a certeza de que nada está sendo feito ou recomendado sem considerável reflexão e discussão. No domingo passado, houve uma reunião de Zoom entre os Craft Rulers, o Presidente do Board of General Purposes  e o seu Standing Committee juntamente com o Grande Secretário, para discutir a última “Regra dos 6” (nota: ver artigo) que deveria entrar em vigor no dia seguinte. Tudo isto leva tempo e, se o conselho do centro levar um ou dois dias para ser divulgado, que seja. Melhor isso do que errar.

Estou muito consciente de que a condução da actividade importante da Loja e a continuidade do trabalho das Lojas são aspectos importantes da vida Maçónica. O Book of Constitutions é muito claro sobre como esses aspectos devem operar, mas muito se está a pensar em como certos assuntos podem ser simplificados no curto prazo. Não acreditamos que deva haver qualquer questão de Lojas realizando reuniões virtuais, mas o Board está a procurar formas de incluir os membros, que não podem fazer parte do “6”, para serem incluídos no processo de tomada de decisão.

Devemos todos lembrar-nos de que cada Loja é especial para todos os seus membros e não é o feudo pessoal de alguns dos membros. É mais importante que a Loja continue o seu trabalho mesmo na ausência da maioria dos seus membros, mesmo os mais antigos, do que pare. Nestes tempos difíceis, é mais provável que os membros mais jovens sejam os mais capazes para comparecer e devem ser apoiados e incentivados por todos os outros. Se pudermos encontrar maneiras de envolver todos os membros nos debates, tanto melhor.

Temos uma instituição magnífica e, embora a gestão às vezes pareça complicada, tudo é feito com um propósito. Isso vai continuar e estou extremamente grato aos milhares de Irmãos, e particularmente às hierarquias provinciais e distritais, que mostraram o seu apoio – não vamos decepcioná-los. Para os menos contentes, peço paciência. Tentaremos divulgar conselhos sobre tantos assuntos quanto possível, o mais rápido possível.

No entanto, Irmãos, o aspecto mais importante de tudo é permanecermos o mais positivos possível, as coisas vão melhorar, as coisas vão voltar ao normal e, enquanto isso, todos nós continuaremos a fazer todas as coisas em que os Maçons são tão bons e tem feito por tantos anos.

Peter Lowndes
Pro Grand Master

Tradução de António Jorge

A notícia original pode ser lida AQUI

Artigos relacionados

2 thoughts on “Mensagem de Peter Lowndes, Pro Grão-Mestre da Grande Loja Unida de Inglaterra (UGLE) 

  • Avatar

    Parabéns de coração aberto a grande obra de fraternidade dos massons.

    Reply
  • Avatar

    Excelente trabalho

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *