O legítimo lema da Maçonaria

Qual é o lema maçónico, a tríplice divisa da Maçonaria?

Muitos maçons com certeza responderão: “Liberdade, Igualdade, Fraternidade”! Porém, a resposta não assim é tão simples.

A origem deste lema é política, surgindo na Revolução Francesa e tomado emprestado pela Maçonaria daquele país, que tratou de o adoptar e divulgar. A Maçonaria Brasileira, tão dependente da francesa, tratou de o incorporar e, desconhecendo a história da Revolução Francesa, fez o favor de popularizar entre seus membros uma inversão histórica dos papéis: na mente de muitos maçons brasileiros, foi a Revolução Francesa que tomou emprestado o lema da Maçonaria.

Já a Maçonaria de qualquer lugar que não seja descendente ou não tenha sido influenciada historicamente pela Maçonaria Francesa simplesmente desconhece “Liberdade, Igualdade, Fraternidade” como lema maçónico. Para o restante universo maçónico, algo em torno de três quartos da Maçonaria mundial, a Sublime Ordem possui outro lema:

“Fraternidade, Alívio e Verdade”. Esta é a divisa original da Maçonaria, muito bem explorada pela Maçonaria britânica e norte-americana de forma simbólica, ritualística e filosófica.

  • a Fraternidade, ou Amor Fraternal, é demonstrado pelo tratamento tolerante, respeitoso e igualitário do Maçon para com os demais maçons e que também alcança a sociedade;
  • o Alívio, ou Socorro, é o objectivo de cada atitude caridosa do Maçon aos irmãos, seus familiares e a toda a humanidade;
  • a Verdade é compromisso de cada Maçon, que além de observá-la deve sempre buscá-la.

Alguns estudiosos procuram relacionar tais grandes princípios com as virtudes teologais: Fé, Esperança e Caridade. A Verdade estaria ligada à Fé, pois Deus é a Verdade; o Alívio seria a demonstração da Caridade; e a Fraternidade representaria a Esperança de um dia todos os homens se tratarem como irmãos.

E assim como a Maçonaria brasileira costuma destacar a divisa republicana francesa de “Liberdade, Igualdade, Fraternidade” nos seus diplomas, estandartes e documentos, é bastante comum encontrar a divisa maçónica “Fraternidade, Alívio e Verdade” (Brotherly Love, Relief, Truth) em brasões, anéis, placas e souvenires maçónicos nos países de língua inglesa.

Não se espera que a Maçonaria brasileira renegue o lema já tão enraizado na cultura maçónica local. Mas que, pelo menos, esta questão sirva como mais um exemplo de como, com o passar dos anos, a Maçonaria Universal tem sofrido fortes influências externas regionais, diferenciando-se em cada país, tornando-se “Maçonarias”. Independente de ser algo bom ou mau, trata-se de um fenómeno que deve ser reconhecido e observado de perto.

Adaptado de Kennyo Smail

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *