Maçons Notáveis: John Philip Sousa

John Philip Sousa
John Philip Sousa (1854 – 1932)

O Irmão JOHN PHILIP SOUSA nasceu em Washington, no dia 6 de Novembro de 1854 foi um compositor e maestro de banda luso-americano, do romantismo tardio, popularmente conhecido como O Rei das Marchas, como “The Stars and Stripes Forever”, marcha oficial dos Estados Unidos (ouça no comentário). A sua produção musical inclui cerca de 15 operetas e várias canções. John ficou célebre por ter idealizado um instrumento de sopro hoje conhecido como “sousafone”.

John Philip Sousa tinha orgulho em ser Maçom. Foi iniciado aos 26 anos, na “Hiram Lodge” nº 10 de Washington DC, no dia 15 de Julho de 1881. Em 10 de Novembro de 1881, foi elevado e em 16 de Setembro de 1886 recebeu os diplomas capitulares, sendo exaltado no Capítulo Naval nº 4 “Eureka”. Em 3 de Dezembro de 1886, recebeu a “Ordem Recebida da Cruz Vermelha” e a de “Malta”; em 10 de Dezembro de 1886, foi condecorado como título maçónico de “Cavaleiro Templário” na Comandaria nº 2 de Columbia. No dia 21 de Abril de 1922, foi iniciado em A.A.O.N.M.S., “Almas Temple” de Washington, DC e nomeado líder honorário da “Almas Temple Band”. Com sua própria banda militar, entre 1892-1931, realizou 15.623 concertos nos Estados Unidos e outros países. Em 1900, representou com os seus músicos os Estados Unidos na Exposição Universal de Paris.

Três das suas marchas mais conhecidas têm origens maçónicas: “The Crusader” (1888), “The Thunderer” (1889) e “Nobres do Mystic Shrine” (1923) – peças que poderão ouvir nos links colocados no final desta postagem.

John morreu de insuficiência cardíaca, com 78 anos, num quarto do Hotel Abraham Lincoln, em Reading, no dia 6 de Março de 1932. Foi homenageado com o Ritual Memorial Maçónico realizado no cemitério do Congresso, em Washington, DC.

Ouçam as músicas maçónicas:

Jose Maurício Guimarães

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *