Sê um Unificador

unificador

Um Maçom do Rito Escocês deve ser um unificador. Qualquer Maçom de grau 32º que realmente siga a nossa ordem entende isto. Os valores fundamentais do Rito Escocês, NMJ (Northern Masonic Jurisdiction) são Reverência a Deus, Integridade, Justiça, Tolerância, Devoção ao País e Serviço à Humanidade. Todas estas são qualidades unificadoras que podem ajudar a preencher a lacuna que vemos nos nossos amigos e familiares. Vou explicar estes valores em termos de unidade.

Reverência a Deus: Precisamos de entender que somos todos filhos do mesmo Pai Celestial. Como podemos reverenciar a Deus se odiamos os seus filhos? Vamos parar de colocar uns contra os outros e começar a humanizar uns aos outros. As conversas serão mais gentis, amáveis e produtivas.

Integridade: Para estar em união com alguém, precisamos de confiar nessa pessoa. Ser uma pessoa íntegra permitirá que os outros se abram consigo, ouçam as suas ideias e partilhem os seus pensamentos mais vulneráveis. Uma pessoa sem integridade não pode liderar pessoas que concordem com ela, muito menos tentar unificar pessoas com opiniões diferentes.

Justiça: Os maçons do Rito Escocês devem sempre buscar a justiça. Para encontrar justiça, devemos confiar no princípio básico de um Maçom – a verdade. A verdade e a justiça podem ser lentas, deliberadas e enfadonhas. Como unificadores, precisamos de ser lentos a julgar, mas rápidos a pedir a verdade e a justiça, mesmo que seja dolorosa e demorada.

Tolerância: Para tolerar a oposição, devemos ouvir para entender e não apenas para responder. Devemos respeitar a sua perspectiva e apenas argumentar a sua ideia, e  atacar o seu carácter. Tolerar alguém é mais do que apenas se dar bem. Trata-se de encontrar um terreno comum e apresentar as melhores ideias de todos os lados.

Devoção ao País: Não se pode ser devotado ao país se se concordar com uma divisão tão profunda que nenhum dos lados pode chegar até à mesa para conseguir alguma coisa. Não podemos continuar a falar em câmaras de eco e dispensar qualquer um que discorde de nós. A diversidade de pensamento é uma força. Será necessário que os unificadores trabalhem juntos para garantir que não excluamos o lado oposto.

Serviço à Humanidade: Presta-se mais serviço à humanidade como voluntário na entrega local de alimentos ou discutindo política no Facebook? Quanto tempo perdemos tentando provar que estamos certos em vez de ajudar os necessitados? Quantas oportunidades de networking são perdidas porque nos apagamos ou porque nos recusamos a nos associar com o outro lado?

A Maçonaria é local. É aqui que precisamos de começar. Começamos com os nossos amigos do Facebook, os nossos vizinhos, os nossos colegas, as nossas Lojas e os nossos conselhos municipais. Na próxima vez que estiver prestes a escrever um comentário polémico para provar o seu ponto, pergunte-se se há uma maneira mais produtiva de discutir os seus pensamentos através das lentes de um Maçom do Rito Escocês.

Para citar o Credo do Rito Escocês da Jurisdição do Sul:

O progresso humano é a nossa causa, a liberdade de pensamento é o nosso desejo supremo, a liberdade de consciência, a nossa missão, e a garantia de direitos iguais a todas as pessoas em todos os lugares, o nosso objectivo final”.

Christopher Hathaway – Loja Catlin nº 285

Tradução de António Jorge

Fonte

  • Midnight Freemasons

Artigos relacionados

One thought on “Sê um Unificador

  • Avatar

    Boa tarde prezado Mestre, primeiramente elogiar vossa tese exposta. Como já acostado em parágrafos os argumentos sobre o rito escocês na qual expandiu com exatidão, que, na bem da verdade é um diferencial entre os outros RI. Nada contra os demais regimes, que, não cabe a nenhum de nós questiona-los más, também não compartilhar. Bravo vosso esclarecimento e expondo como um legalista. Estás são considerações no que tange à matéria por vós publicada.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *